Paulo Alves espera Varzim “sólido” contra o Leixões num reencontro dos poveiros com antigo treinador

O Varzim joga sexta-feira para a II Liga e com uma deslocação complicada a Matosinhos, onde vai defrontar o Leixões que ainda não venceu no campeonato.

Ao quinto jogo, os matosinhenses despediram Tiago Fernandes e, para o seu lugar, avançou João Eusébio, treinador bem conhecido dos alvinegros. O jogo começa às 20h e será transmitido pela Sport TV.

Na conferência de antevisão, Paulo Alves reconheceu que a mudança de treinador acarreta “alguma incógnita” na forma de atuar, embora o Leixões já tenha realizado desde então uma partida para a Taça (ganhou por 1-5 frente a equipa do distrital).

Este ‘derby do mar’ é sempre um confronto “histórico, com tradição e que mexe com os adeptos”, disse o técnico do Varzim. “Tirará o melhor de todos nós”.

E o melhor, do lado dos poveiros, será uma equipa “sólida, competente e séria”, e que se encontre num dia bom, sobretudo em termos de “atitude e mentalidade”. De resto, um eventual relvado em más condições não pode impedir os alvinegros de cumprirem a sua parte, acrescentou.

Os últimos resultados não têm sido os mais entusiasmantes mas “a equipa está a trabalhar e há confiança”, assegurou. “Com uma vitória, a ansiedade deverá dissipar-se, até porque temos jogadores novos que não ainda conhecem tão bem a exigência do clube”.

O Varzim está em 12º lugar com 5 pontos, o Leixões em 17º com 3.

Paulo Alves comentou também o adiamento do encontro da Taça frente ao Rebordelo, dizendo que “causa constrangimentos” porque a equipa “estava concentrada e foi a poucas horas do jogo”. Mas é algo que “não podemos controlar”.

Agora, “a perspetiva é que o jogo seja no dia 28 de outubro”, concluiu.