Castigo de 2 anos para treinador que agrediu árbitro no Inter-Freguesias da Póvoa

2718

O treinador da equipa do escalão de juvenis do Laúndos foi suspenso por 24 meses, depois de ter agredido “com uma cabeçada” o árbitro no jogo que a sua equipa realizou no passado sábado no terreno do Averomar.

O treinador não terá ficado satisfeito com uma decisão do juiz do encontro num lance que ocorreu a cerca de 20 minutos do final, quando um dos seus atletas terá sofrido uma falta e solicitado a assistência médica.

Durante a assistência médica e de acordo com as declarações prestadas por António Batista, presidente do Laúndos, ao Mais Inter-freguesias, o árbitro expulsou um jogador do Laúndos, o capitão Rui Macedo, por alegada agressão ao árbitro, situação que terá provocado a exaltação do treinador que entrou no campo dirigindo-se ao árbitro. Da troca de palavras terá havido algumas mais excessivas que originaram a que o técnico da equipa visitante concretizasse a agressão. De imediato o jogo foi suspenso.

Esta semana, após reunião, o Conselho de Disciplina foi severo e aplicou a suspensão por 24 meses ao treinador do Laúndos, 12 meses de suspensão ao atleta da mesma coletividade, e ditou a vitória por 3-0 a favor do Averomar.

Entretanto, a direção do Laúndos já decidiu prescindir dos serviços do treinador que “já não faz parte do Laúndos, porque acima de tudo não nos revemos nestas atitudes”, disse António Batista ao Mais Inter-Freguesias.