Greve faz parar escolas na Póvoa de Varzim

0
479

A greve da função pública convocada para esta quinta-feira fez parar a atividade letiva de várias escolas da Póvoa de Varzim.

Desde logo, no turno da manhã, é esse o cenário das duas secundárias, Rocha Peixoto e Eça de Queirós. Poderão manter-se em casos pontuais as atividades de avaliação, ou até as aulas para o Curso Profissional, mas é só.

De resto, nos agrupamentos do concelho, e no que se refere às escolas-sede, não houve aulas nas básicas de Cego do Maio e Aver-o-Mar. “Considerando os assistentes operacionais em funções, não estão reunidas as condições para assegurar o normal desenvolvimento das atividades”, comunicou a direção de Aver-o-Mar. Em Campo Aberto, há aulas durante a manhã mas as mesmas irão ser encerradas da parte da tarde. Quanto à Flávio Gonçalves, não foi até ao momento possível saber dados.

A paralisação foi promovida pelos sindicatos da Frente Comum pelo reforço de serviços públicos, por aumentos, mexidas nas carreiras, revogação do sistema de avaliação e revisão da tabela salarial.